SP:(11)2324-2527 | BA:(77)99935-3093 | PI:(89)99407-7244 contato@multitechecosystems.com.br

A energia solar é uma ótima forma de investimento ao longo prazo, como já pudemos explicar no post Retorno do Investimento em Energia Solar. No entanto, muitos consumidores não conseguem claramente saber se vale mais a pena investir na poupança ou contratar um sistema solar residencial. No post de hoje vamos fazer um comparativo entre as duas opções e qual é mais rentável.

Nos dias atuais, a população está cada vez mais habituada a economizar, empreender e criar soluções que, além de proporcionar benefícios pessoais e ambientais, também reduzam custos e até mesmo gerem lucros.

Uma estratégia ainda pouco conhecida, mas que já está atraindo os usuários é a aquisição de sistema de energia solar que, além de sustentável, traz benefícios mês a mês na conta dos consumidores de energia elétrica.

Outro método de investimento e lucratividade mais comum é o rendimento da poupança. Este, já mais conhecido, é uma forma de garantir rentabilidade ao longo prazo, desde que  haja responsabilidade e compromisso por parte do investidor.

Formas diferentes de investimentos

Muitos podem achar estranha a relação entre a aquisição do sistema de energia solar com a variação e rendimento da poupança. Porém, embora distintos, ambos oferecem contribuições para o bolso da população.

Os avanços da tecnologia e o compromisso com o meio ambiente no quesito sustentabilidade fizeram com que o mercado desenvolvesse um módulo de absorção de energia solar com placas fotovoltaicas.

Tais placas têm a função de absorver a energia solar e, por meio de um inversor, transformá-la em energia elétrica, reduzindo as contas de luz e gerando uma espécie de créditos para usos futuros.

Redução de gastos residenciais com o sistema de energia solar

Seguem algumas vantagens de se adquirir o sistema de energia solar, para ganhos em lucratividade e compensação de energia elétrica:

  • É um sistema de fácil instalação, levando tempo estimado médio, desde o orçamento até a finalização, de quarenta e cinco dias;
  • O sistema possui durabilidade entre vinte e cinco e trinta anos, pois é produzido com material resistente às fortes chuvas e demais fenômenos da natureza, com baixo custo de manutenção;
  • Caso o consumo de energia elétrica seja baixo e haja excedente de energia produzida, o consumidor poderá usá-lo futuramente, no prazo de sessenta meses;
  • A retenção do consumo excedente é feita pela distribuidora local, a qual é responsável pela administração e liberação de consumo, quando necessário;
  • Os ganhos podem chegar a 95% ao mês, em relação à conta de energia elétrica, tornando-se assim uma forma de investimento, além de contribuir para a sustentabilidade.

 Rendimento na poupança e suas variáveis

É evidente que a maioria das pessoas prefiram investir em poupança, separando mensalmente um valor para que haja rendimento e pensando em um futuro com uma renda extra.

Além da poupança, há os que preferem aplicações na bolsa de valores, no tesouro direto e no CDB, que possuem taxas de rendimentos que agregam o valor compromissado.

As vantagens de se fazer estes tipos de investimentos são:

  • A responsabilidade do investidor em manter o compromisso mensal e não resgatar o valor para fins superficiais, com o intuito de adquirir bens no futuro;
  • Taxas que são corrigidas mês a mês e que proporcionam o crescimento da renda aplicada em longo prazo e com total segurança, sem o risco de pagamento de taxas abusivas;
  • Variação da porcentagem na poupança, CDB e tesouro direto, bem como o aumento e queda de títulos aplicados na bolsa, podendo ter altos ganhos.

Dentre as duas situações, é nítido que ambas possuem vantagens e ganhos sobre as operações realizadas, porém, se considerarmos as questões a curto prazo e o cuidado com o meio ambiente, pendemos mais para a aquisição do sistema de energia solar.

O investimento na poupança não corre riscos de cobrança de taxas, contudo, se colocarmos os rendimentos obtidos em cálculos reais, comparando-os com a economia gerada nas contas de energia elétrica durante um ano, verificaremos que a melhor lucratividade é com o investimento em um sistema de energia solar.

Concluímos assim que, colocando-se em um parâmetro comparativo, muitas pessoas que pensam em aplicar os fundos monetários em um sistema de energia solar em suas casas escolham a opção mais rentável, pois o dinheiro investido não há geração de impostos diretos ao consumidor, cobrados em suas contas com tributações absurdas.

Conclusão

A energia solar fotovoltaica é, portanto, muito mais vantajosa ao longo prazo em comparação com investimentos em poupança pelo mesmo período. E ainda, traz a vantagem de valorizar ainda mais seu imóvel e ajudar a preservação do meio ambiente.

Se você quer saber mais sobre as vantagens da energia solar como investimento, recomendamos também ler o post Energia Solar Residencial Vale a Pena 

quero-uma-simulacao3

DEIXE SEU COMENTÁRIO

оnclick="ga('send', 'event', 'botao', 'clique', 'whats');" оnclick="ga('send', 'event', 'botao', 'clique', 'enviar');"
Share This