SP:(11)2324-2527 | BA:(77)99935-3093 | PI:(89)99407-7244 contato@multitechecosystems.com.br

A produção de energia solar em residências e empresas tornou-se uma das maiores revoluções dos últimos anos, unindo economia de recursos financeiros e bem-estar ecológico.

Com abatimentos que podem chegar a 95% na conta de energia elétrica, consumidores de todo o mundo estão adotando essa estratégia para reduzir gastos e desafogar as distribuidoras.

Dentre todos os benefícios possíveis da produção de energia caseira, o que mais tem ganhado notoriedade é a de crédito de energia solar.

Pensando nisso, elaboramos um guia informativo para explicar de maneira simples e acessível o que são esses créditos, qual a regulamentação por trás deles e como utilizá-los para benefício próprio.

O que é compensação de créditos – Sistemas de créditos retornáveis

Ao adotar o sistema de geração de energia solar em sua residência ou empresa (instalando os painéis e o inversor solar que alterna a corrente contínua e a equaliza com a frequência do seu estabelecimento), você produzirá uma quantidade considerável de energia, até mais do que conseguirá consumir.

Quando isso acontecer, ela será redirecionada para a rede de distribuição, gerando um “crédito de energia”. Ou seja, os créditos são uma compensação para você produzir sua própria energia e ainda contribuir para o abastecimento da distribuidora local.

Para fazer parte do grupo de consumidores que usufruem desse privilégio, aqui seguem algumas informações valiosas:

Quem pode fazer parte desse sistema:

De acordo com a regulamentação criada pela ANEEL, qualquer consumidor ativo pode usufruir desse benefício, ou seja, todo cidadão que compra sua energia diretamente da distribuidora.

Potência máxima permitida:

A potência máxima que se pode instalar é de 5.000 kWp (aproximadamente 35.000 m² de painéis solares). Total liberdade para estabelecimentos domésticos e empresariais.

Créditos:

Todos os créditos oriundos da produção de energia podem ser utilizados em até 60 meses.

Compartilhamento de créditos:

Todo crédito gerado consegue ser transferido entre propriedades, mesmo que com CPF ou CNPJ diferentes. O único requisito é que tudo seja acordado em contrato.

 Autoconsumo remoto:

A ANEEL permite que você produza energia em um local diferente daquele que consome, por meio do autoconsumo remoto. Dessa forma, consumidores que não possuem espaço suficiente em seus estabelecimentos residenciais ou comerciais podem produzir a energia e ter abatimento mesmo sem espaço físico.

Geração de energia em condomínios:

Outra maneira de compartilhar a energia gerada é entre condomínios diferentes. A produção pode ser usada tanto para áreas em comum como nas contas de luz dos condôminos.

Sistema de créditos de energia solar – Adequações necessárias com o relógio de medição

Para aqueles que desejam adquirir os painéis e usufruir dos créditos de energia solar, existem algumas adequações que devem ser feitas. A principal delas é o relógio bidirecional, que serve para medir o que você consome e o que gerou em abundância.

Superficialmente, o valor desse equipamento pode soar um pouco caro, mas é importante ressaltar que a distribuidora ficará responsável por toda a parte de manutenção e custos de substituição e adequação ao sistema de sua casa ou empresa.

Por Multitech Ecosystems

quero-uma-simulacao3

DEIXE SEU COMENTÁRIO

оnclick="ga('send', 'event', 'botao', 'clique', 'whats');" оnclick="ga('send', 'event', 'botao', 'clique', 'enviar');"
Share This